quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Diferenças entre desodorante e antitranspirante




Enquanto um mata as bactérias, o outro inibe a sudorese

suor é o recurso encontrado pelas glândulas sudoríparas para manter temperatura do corpo estável. Esta excreção é composta principalmente por água e pode liberar odores nada agradáveis. Para disfarçá-los, a indústria cosmética desenvolveu diversos tipos de desodorantes e antitranspirantes, mas, diante de tantas opções, como saber qual é a melhor?
As glândulas sudoríparas se dividem em écrinas, que eliminam apenas água, e apócrinas, responsáveis pela excreção de sais, restos celulares e do metabolismo, substâncias que exalam um cheiro ruim quando em contato com as bactérias e fungos presentes no ar. Estas glândulas estão localizadas principalmente nas axilas, o que explica o famoso “cê-cê”.
Desodorante x antitranspirante
Desodorantes 
Além de camuflar o odor, os antitranspirantes inibem a produção de suor, contêm ativos que diminuem a concentração das bactérias que decompõem o suor, e podem ou não possuir fragrância para camuflar o odor.
Antitranspirantes e antiperspirantes
Além dos compostos que mantém as bactérias e disfarçam o mau cheiro, os antitranspirantes e antiperspirantes possuem substâncias que obstruem temporariamente as glândulas sudoríparas e diminuem a quantidade de suor produzida.
Spray x aerossol 
Após escolher entre desodorantes e antitranspirantes, chegou a hora de decidir entre as versões disponíveis no mercado. De acordo com a dermatologista, a diferença entre aerossol, roll-on, spray e barra está apenas nos veículos utilizados na formulação, e não nos princípios ativos. Aerossol e spray, em geral usam loções à base de álcool e água, enquanto o roll-on costuma utilizar um serum aquoso e as versões em barra, os silicones.
A eficácia é dada pelos ativos usados nas fórmulas e não por seus veículos. A escolha de uma ou outra versão depende mais do sensorial das usuárias. Uma pele mais seca se beneficia das versões em barra ou em creme, por exemplo, mais oleosas. Já as que gostam que o desodorante evapore rápido, vão preferir os aerossóis ou sprays.

O álcool presente em algumas formulações pode levar ao ressecamento da pele, causando irritação e até lesões. Nem todas as mulheres são sensíveis e esses produtos, mas ao apresentar desconforto, suspenda o uso e prefira as versões se álcool.
Manchas amareladas 
É bastante comum que após o uso prolongado dos desodorantes em aerossol surjam placas “duras” e amareladas nas roupas. Isso acontece devido à presença de uma substância chamada cloridroxialantoinato de alumínio que se deposita na pele após a evaporação ou absorção do veículo (o desodorante em si) e deixa resíduos nas peças.
Suor excessivo 
sudorese excessiva pode incomodar bastante, além de criar situações constrangedoras, mas pode ser amenizada com uma medida simples. Se o suor é excessivo ao ponto de constranger ou limitar as atividades, o melhor tratamento conhecido hoje é a aplicação da toxina botulínica, que diminui a quantidade de suor excretada.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Sobrancelha - Como definir e corrigir falhas





Confira nossas dicas que ajudam a definir a forma da sua sobrancelha

APARE AS PONTINHAS
Cortar os fios mais longos da sobrancelha ajuda a definir o formato e deixa uma aparência de bem cuidada.

PONTO DE PARTIDA
Trace uma linha imaginária que começa no canto externo dos lábios (você pode usar um lápis para ajudá-la). Marque com lápis branco e limpe os pelinhos que ficam para fora.

THE END
A linha que definirá onde a sobrancelha termina sai do centro do lábio superior e chega ao canto externo do olho. Marque com lápis branco e elimine o excesso.

NA LINHA
Traços geométricos (como na figura 1) criam uma expressão mais marcante. Se faz o tipo romântica, arredonde o canto que fica mais perto do nariz.

TUDO LIMPO
Para acertar onde tirar os pêlos, penteie as sobrancelhas com escovinha. Então, repare nos locais onde os fios são mais ralos e deixe-os de fora.

TRUQUE ESPERTO
Se quer dar a impressão de que o nariz é menor, tire os pêlos que crescem em direção à sua base e crie uma horizontal.

UMA SOBRANCELHA DIFERENTE DA OUTRA
Solução: Use a pinça para deixá-las com um formato mais parecido. Por exemplo, se só uma delas é arqueada demais, tente deixá-la mais retinha em cima. Arremate a correção com maquiagem.

FALHAS
Solução: Já existe no mercado um gel que preenche as falhas com pelinhos falsos. Outra opção é preenchê-las com pincel e sombra.

SOBRANCELHA MUITO CLARA
Solução: Aplique sombra em tom ocre ou marrom, que não deixa o resultado artificial.

FIOS GROSSOS E REBELDES
Solução: A máscara incolor funciona como um gel, segurando os pêlos no lugar.

SOBRANCELHA RALA
Solução: Não hesite em limpá-la e desenhá-la. Mesmo rala, ela ficará mais bonita. Invista em produtos que estimulam o crescimento dos pêlos.

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Filtro solar com cor ou maquiagem com filtro solar ? O que usar ?





Hoje em dia existem inúmeras opções de filtro solar com cor e também de maquiagens com filtro solar. Mas o que usar ? É a mesma coisa ?

Inicialmente para escolher  uma dessas opções é preciso avaliar o tipo de pele (se oleosa, normal ou seca), condições dermatológicas (como se a pele tem problema demanchas, por exemplo) e o tipo de exposição à luz ou radiação ultravioleta que a pele vai sofrer.

Apesar de já existirem produtos mais leves, protetores solares com cor e FPS alto geralmente deixam a pele mais oleosa, pelo próprio pigmento e pela presença de outros filtros físicos na fórmula, como o dióxido de titânio ou óxido de zinco. Além disso, é preciso também analisar a cor do produto, pois muitos filtros com cor não tem muitas opções de tonalidade e pode não bater com a da sua pele.

Em relação a pessoas com manchas na pele, o cuidado na escolha deve ser redobrado, pois maquiagens com filtro oferecem uma proteção mais baixa contra os raios UV, sendo o FPS geralmente de 8 a 15, 20 ocasionalmente. Além disso, não costuma existir nesses produtos a preocupação com o PPD, ou seja, a proteção contra irradiação UVA, que é eficaz quando o PPD é no mínimo em torno de 1/3 do FPS.

Por outro lado, a maquiagem com filtro é uma ótima opção para complementar a proteção em peles com manchas; hoje se sabe que, que tem melasma, consegue manter a pele muito mais clara se usar um protetor solar alto (FPS 50 ou mais) associado com maquiagem por cima do filtro, pois se consegue aumentar ainda mais a proteção, especialmente contra a nociva luz visível.

O terceiro ponto importante se refere em que situação será usado o filtro com cor ou a maquiagem com filtro. Em situações de exposição intensa à radiação UV, como praia e piscina, deve-se usar filtro solar e não maquiagem com filtro, pelos motivos já citados: FPS mais baixo, pouca proteção contra UVA e também pelo fato do filtro solar ser bem mais resistente à água e ao suor. Em situações normais do dia-a-dia, em pessoas sem o problema de manchas, é possível usar a maquiagem com filtro solar sem problemas, dando-se preferência para aquelas com um FPS mínimo de 15.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Esmaltes que mais combinam com cada tom de pele





Nada é proibido, porém existem cores ideais para cada mulher

A unha é uma preocupação de grande parte da ala feminina, elas procuram sempre inovar. Apostam em diferentes tons, texturas e até nail art. Porém, muitas vezes um esmalte na mão de outra mulher, não fica no mesmo tom do que esmaltado na própria unha. Isso acontece porque existem as cores que mais combinam com cada tom de pele.

Pele Branca
As mulheres com a pele clara têm, no geral, o fundo rosado. Por isso, as cores frias são as ideais para esse tom de pele. Para aquelas que querem combinar e, ao mesmo tempo, estão em busca de esmaltes chamativos, a dica é investir nos tons de rosa, azul e verde.

Pele Amarela
A maioria das mulheres orientais tem a pele clara com o fundo amarelado, por isso, é possível usar e abusar das cores claras e também alguns tons mais quentes. Como os esmaltes salmão, amarelo ou até mesmo um verde aberto.  

Pele Morena
Já as morenas, podem variar com o fundo da pele amarelo ou marrom claro. Por isso, cores vibrantes são sempre bem vindas. Vale investir nos tons rosa pink, vermelho e roxo.

Pele Negra
Assim como as morenas, as mulheres com a pele negra podem apostar em cores quentes. Esses tons são ideais para elas, já que as unhas ganham um charme todo especial. Para aquelas que querem investir nos esmaltes que combinam com a pele negra, vale investir nos tons de dourado, azul claro e rosa pink.  




quarta-feira, 14 de agosto de 2013

As postiças fazem mal às unhas?




Na teoria, não! Alguns erros, de aplicação e retirada das postiças, é que podem estragar as naturais. É essencial grudá-las sempre com cola específica para unhas (nada de usar Superbonder!) e jamais retira-las arrancando, porque pode levar junto a camada de proteção superficial da sua unha e enfraquece-la. Fique atenta às dicas e coloque as garras de fora sem medo!

Aplicação
- Limpe e seque bem as unhas naturais. Qualquer oleosidade ou produto (até base) que tenha sobre elas diminui a aderência da cola e as postiças caem antes do tempo.
- Aplique uma pequena quantidade de cola (menos que uma gota) na postiça e comece a grudar sempre da ponta das naturais em direção à raiz. A forma mais fácil é escorregar a postiça sobre a natural até o limite das cutículas.
- Evite a qualquer custo deixar bolhas de ar entre as naturais e as postiças. Se entrar água e umidade sua unha pode criar fungos.
- A unha postiça deve durar no mínimo uma semana (e pode ficar até 4!). Se você enjoar do esmalte, pode trocar! É só retirar com removedor sem acetona.

Para não estragar
- Cansou das postiças? Encha um potinho com acetona e mergulhe os dedos por aproximadamente 10 minutos. A cola e as postiças vão dissolver sem estragar sua unha. Depois é só passar uma base fortificante nas naturais – para reverter a ação prejudicial da acetona.
- A unha não respira, então aquela velha história de “deixar um tempo sem para tomar ar” só é válida se você tiver com alguma micose ou fungo nas unhas. Caso contrário, você pode, sim, emendar uma postiça na outra.

Cuidado com o comprimento
As unhas muito longas, além de serem anti-higiênicas (todas, até naturais), remetem sempre ao papel da malvada ou da excêntrica (no caso da Lady Gaga, por exemplo).
- Na hora de comprar, opte por postiças curtas e no formato mais próximo ao da sua unha. Se ficarem muito longas, corte-as com o alicate (com cuidado para não rachar) e lixe as pontas. O tamanho ideal para parecerem naturais é, no máximo, a meio centímetro do dedo. Esse comprimento permite qualquer esmalte, até os mais ousados. Aproveite para investir nos de glitter grande.
- Se quiser unhas muito mais longas que as suas, vá de cores discretas. Prefira um vermelho queimado, tons claros ou bem escuros – como preto, marrom ou nude. Nada de pintar com um laranjão fluorescente – a não ser que você queira fazer um bico de sinalizador no transito!